Tamanho texto:

-A A +A

Alto contraste:

  • White/Black
  • Padrão

Current Style: Padrão

Reuniões Nacionais

Salvador, no dia 06 de dezembro de 2016
 
A XLII Reunião do Comitê Nacional realizou-se em Salvador, no dia 06 de dezembro de 2016, com a presença de todos os membros do Comitê Nacional.
Principais itens abordados:
Balanço do andamento dos volumes subsequentes do ALiB - O volume 3 do ALiB encontra-se em andamento, organizado por Suzana Cardoso e Jacyra Mota, também responsáveis pelos volumes 4 e 5 (com dados das capitais); os volumes 6 e 7, sob a responsabilidade de Aparecida Negri Isquerdo, trarão dados do interior correspondentes aos do volume 2. Vanderci Aguilera ficará responsável pelos volumes 8 e 9 (também com dados do interior)
Estrutura do Comitê Nacional e reestruturação das equipes Regionais – O Comitê Nacional, após avaliação de sua estrutura, decidiu ampliar a sua composição, convidando Suplentes para cada um dos Coordenadores Regionais: Marilúcia Oliveira (Equipe Pará), Conceição de Maria de Araujo Ramos (Equipe Ceará), Silvana Costa Ribeiro (Equipe Bahia), Regiane Coelho Pereira Reis (Equipe Mato Grosso do Sul) Fabiane Cristina Altino (Equipe Paraná), e Valter Romano (Equipe Santa Catarina).
Questões metodológicas – foram consideradas as seguintes questões: (a) Levantamento dos inquéritos que precisam ser refeitos (Cruzeiro do Sul, inf. 4; João Pessoa, inf. 4; Ouro Preto, inf. 3, São João del Rei, inf. 1, Viçosa, infs. 1 e 3, Juiz de Fora, infs. 1, 2, 3 e 4; Vila Bela da Santíssima Trindade, inf. 2; Nioaque, inf. 1, São Domingos, inf. 3; Santa Teresa, inf. 1, e Marília, inf. 1): (b) Distribuição de todos os áudios e transcrições pelas equipes, o que ainda não pode ser feito, pelo fato de esse material não ter sido, integralmente, enviado ao Arquivo Nacional e de alguns áudios apresentarem problemas; (c) Projeto Banco de Dados - está sendo retomado, com financiamento da FAPESB; (d) Questionários ALiB - sugeriu-se a colocação no site do ALiB.
Documentos 7 – mostrará a trajetória do Projeto durante os 20 anos, trazendo o relatório de todas as equipes, uma relação da produção científica e fotos ilustrativas do seu percurso. Da publicação constarão, também, apresentação de Suzana Cardoso, na abertura do Workshop e a Conferência, a ser proferida por Célia Telles.
Controle/divulgação da produção com base no corpus do ALiB – reafirmou-se a necessidade da informação sobre o que está sendo analisado, em cada equipe, que será colocada no site do ALiB. Ressaltou-se, também, a assinatura de documento de compromisso, a ser arquivado, por parte dos pós-graduandos que utilizarem dados de ALiB.
Divulgação/venda dos volumes publicados – sugeriu-se que os autores solicitassem à EDUEL alguns exemplares e se responsabilizassem pela venda em Seminários e Congressos, tal como vem sendo feito, com sucesso, por alguns.

Salvador – BA – 03 e 04 de dezembro de 2015

A XLI Reunião do Comitê Nacional contou com a presença de todos os membros do Comitê Nacional e, na primeira parte da reunião, no segundo dia, também com a de integrantes das Equipes Regionais.
No início da reunião, Silvana Ribeiro apresentou a nova versão do site do Projeto ALiB, solicitando o envio de cópias de publicações com base em dados do Projeto, em PDF, para que sejam disponibilizados no site. Suzana Cardoso comunicou que a EDUEL disponibilizará o Atlas Linguístico do Brasil em e-book.

Itens abordados:

Política geral para divulgação e venda dos volumes publicados – sugeriu-se: a) colocação, nas páginas da cada universidade, de informação sobre os volumes 1 e 2 e formas de aquisição; b) divulgação em eventos.
Decisões - Quanto aos volumes seguintes: – volume 3: redução da extensão dos textos, face às dificuldades atuais para publicação. Volumes 4 e 5 (capitais): inclusão de temas que não constaram dos primeiros volumes; utilização de um modelo de tabela para envio dos dados para cartografia. Volumes 6 e 7 (interior): inclusão de temas que constaram dos volumes 2 e 4; redução do número de páginas, nos comentários. Quanto à apresentação das cartas, foram sugeridas: a) tabelas com todas as variantes no verso das cartas lexicais; b) cartas fenotípicas. Quanto aos áudios: complementação do Arquivo Nacional (refeitura de inquéritos, envio de novas cópias) para que as equipes disponham dos inquéritos necessários à análise dos dados do interior.
Uso de dados do corpus ALiB - deliberou-se: a) atender a pedido de excertos (parciais), quando solicitado por escrito; b) solicitar pagamento para a realização da cópia e compromisso de envio do trabalho resultante da utilização do corpus ao arquivo central do Projeto ALiB.
IV CIDS – decidiu-se: a) uma mesa composta pelos membros do Comitê Nacional e outra pelos participantes do Projeto VALEXTRA, nesse caso, incluindo também pesquisadores franceses; b) três conferências a serem indicadas pelo lado brasileiro da organização.
Encontros regionais do ALiB – Vanderci Aguilera se propôs a realizar o próximo, em Londrina, 6-7 de junho de 2016.
O que ocorrer – reafirmou-se a data final para entrega dos capítulos do volume 3: 30 de janeiro de 2016; sugeriu-se que todos os atlas já publicados fossem colocados no site do ALiB, solicitando a cada autor uma cópia em PDF; solicitaram-se os relatórios das equipes para inclusão no sistema on-line (GERE), onde foram feitas as inscrições para o 12º WorkALiB.

 

Belém– PA – 27 de fevereiro de 2015

 

A XL Reunião do Comitê Nacional do Projeto ALiB ocorreu em Belém, na Universidade Federal do Pará, no dia 27 de fevereiro de 2015, por ocasião do XI Congresso Internacional da Associação Brasileira de Linguística (ABRALIN). 

 

Principais itens abordados e decisões:

1. Avaliação do processo de publicação dos 1os. volumes do ALiB; repercussão da obra; política de divulgação e venda.

2.  Balanço geral do andamento do Volume 3; envio a todas as equipes das normas de editoração da EDUEL e de normas específicas para o volume 3 como meio de uniformizar os textos e simplificar o processo de editoração.

3.  Reprodução, em publicações, de cartas do volume 2 do ALiB: devem ser solicitadas à EDUEL.

4.  Disponibilização de amostras em áudio de inquéritos das capitais em DVD e no site ALiB.

5. Realização do XII WORKALiB prevista para o final deste ano, com o objetivo de discutir os volumes 4 e 5 do ALiB.

Londrina – PR – 11 de outubro de 2014

A XXXIX Reunião do Comitê Nacional do Projeto ALiB ocorreu em Londrina, em 11 de outubro de 2014, por ocasião do III Congresso Internacional de Dialetologia e Sociolinguística (III CIDS), em homenagem a Suzana Alice Marcelino Cardoso e Jacyra Andrade Mota.

Itens abordados:

Programação do volume 3 do ALiB: comentários às cartas - Publicação já aprovada pelo Conselho Editorial da EDUEL que não deve se distanciar muito da publicação dos dois primeiros volumes, tendo-se cogitado de fazer o seu lançamento em 2015, provavelmente por ocasião do XII WorkALiB.

O prazo para a entrega dos textos que irão compor esse volume, já estabelecido na XXXVIII Reunião Nacional, é 30 de março de 2015. Os autores de cartas publicadas no 2º. volume responsabilizar-se-ão por esses textos. O texto deverá ter até 15 páginas, contendo: (a) descrição do fenômeno e sua perspectiva histórica, quando couber; (b) a metodologia utilizada; (c) a análise dos dados; e (d) as conclusões.

Programação da 2ª. etapa de publicações (volumes 4, 5 e 6) – Decidiu-se que: (a) o volume 4 trará apenas dados das capitais, que não constaram do volume 2, considerando que já há material pronto ou em andamento. Esse volume deverá ter menor número de cartas do que o volume 2; (b) para os volumes 4 (cartas linguísticas referentes às capitais) e 5 (comentários às cartas do volume 4) os originais devem ser entregues conjuntamente; (c) o volume 6 será composto por cartas com dados do interior, partindo dos temas já explorados nos volumes 2 e 4.

Compartilhamento (interno e externo) do corpus – Decidiu-se preparar uma amostra do corpus ALiB, para disponibilização à comunidade científica, em DVD, constituída por um inquérito de cada capital, com informantes diversificados quanto às variáveis sociais (gênero, idade, escolaridade), incluindo-se as fichas de cada informante.

Complementação da constituição do corpus - Foram levantados problemas relativos aos inquéritos (falhas técnicas da gravação original ou defeitos apresentados pelas cópias mandadas para o Arquivo Nacional), tendo-se estabelecido o envio ao Comitê da relação desses problemas, para que sejam tomadas as providências necessárias.

O que ocorrer – Tratou-se: (a) do lançamento do ALiB em Salvador; (b) do preenchimento dos Diretórios Diversitas e Atlas Linguístico do Brasil; (c) da participação conjunta de duas ou mais equipes para a preparação de cartas lingüísticas e/ou análises de fatos lingüísticos: (d) da necessidade de inclusão, no site, de todos os pesquisadores e bolsistas que já fizeram parte do Projeto, identificando os que ainda permanecem e os já inativos.

 

João Pessoa – PB – 18 de julho de 2014

A XXXVIII Reunião do Comitê Nacional realizou-se em João Pessoa, no dia 18 de julho de 2014, integrando as atividades do XVII Congresso Internacional da Associação de Linguística e Filologia da América Latina (ALFAL)

Itens abordados:

Complementação da constituição do corpus - Fez-se o levantamento dos problemas pendentes com relação aos inquéritos realizados pelas equipes do Ceará e do Centro-Oeste.

Balanço da publicação dos volumes 1 e 2 - A capa, desenhada por Gabriela Machado, e a estrutura da publicação, em dois volumes e um CD, dentro de uma caixa, foram apresentadas aos membros do Comitê Nacional presentes, que as aprovaram. O volume 2 terá dedicatória e epígrafe, ainda não escolhida, o que deve ser feito brevemente, utilizando-se um texto literário ou a própria fala de um informante.

Volume 3: andamento, programação, prazos – Decidiu-se pela a reformulação do prazo da entrega dos capítulos que comporão esse volume, tendo-se fixado: prazo desejável: 01-01-15; prazo máximo: 30-03-15.

 

Salvador – BA – 13 de novembro de 2013

A XXXVII Reunião do Comitê Nacional realizou-se em Salvador, UFBA, 13. 11. 2013, por ocasião do XIWorkALiB, ocasião em que ocorreu, também, a comemoração dos 50 anos de publicação do Atlas Prévio dos Falares Baianos.

Itens abordados:

1. Credenciamento de pesquisadores para uso do corpus ALiB - serão credenciados os membros das equipes regionais, assim como outros pesquisadores (nesse caso, restringindo-se às capitais) para a orientação de trabalhos com base no corpus. Estabeleceu-se a necessidade de assinatura de declaração em que os pesquisadores credenciados facultem os dados trabalhados para uso pela coordenação do Projeto ALiB que se compromete a fazer constar os créditos devidos.

2. Publicação dos primeiros volumes do ALiB - prazos: 15 de dezembro de 2012, para envio de tabelas de cartas ainda não apresentadas e 15 de janeiro de 2014 para envio das notas às cartas. Quanto ao volume de estudos: (a) extensão: 10 a 20 páginas, espaço 1,5, Times New Roman, 12; (b) uso de cores com parcimônia e uniformização dos gráficos; (c) envio dos textos para revisão e entrega de um “copião” a EDUEL: 30 de março de 2014; (d) prazo de finalização: 30 de abril de 2014.

3. Publicação dos volumes seguintes - decisões: (a) estender às localidades do interior a análise dos fatos apresentados nos primeiros volumes, priorizando os que mostraram variação diatópica; (b) atribuir a cada Diretor Regional a coordenação dos fatos a serem apresentados; (c) apresentar no III CIDS o balanço do feito e do que ainda falte. Fixou-se o prazo de 2 anos para a publicação do volume com os resultados da análise das localidades do interior.

4. O que ocorrer - (a) artigos para o número da revista Estudos Linguísticos e Literários dedicado ao APFB; (b) programação da sessão de projetos sob a responsabilidade do ALiB, no Congresso da ALFAL, 2014; (c) importância do projeto de Georreferenciamento dos atlas publicados; (d) inclusão de Carolina Ribeiro Serra, como membro da equipe da UFRJ; (e) projeto que possibilite o compartilhamento de amostras de áudios por todas as equipes e inclusão, no site do ALiB, de amostras de áudios para consulta pelos interessados, em princípio, de trechos dos discursos semidirigidos.

 

Belém – PA – 26-27 de setembro de 2012

Vanderci Aguilera informou o andamento das providências tomadas para a publicação do volume I pela EDUEL, que deverá ocorrer em julho de 2013; foram discutidos os prazos para entrega do material e questões metodológicas referentes à cartografia dos dados. Do ponto de vista de participação no Comitê Nacional, Cléo Altenhofen expôs as dificuldades que tem tido para atender aos prazos ficados pelo ProjetoALiB, tendo em vista a sua coordenação do Projeto ALMA e Suzana Cardoso informou a solicitação de desligamento do Comitê, formulada por Ana Paula Rocha, justificada também por outros encargos já assumidos. Questões metodológicas:1. Cartas lexicais: a) apresentação em forma de pizza plana, com indicação do percentual de ocorrência por localidade e a mesma ordem das cores anteriormente decidida (substituindo-se a cor preta por cinza ou branco); b) indicação, através da ordem da legenda, da produtividade da variante em todo o Brasil, em ordem decrescente; c) apresentação, em cada carta de, no máximo, 5 variantes lexicais, incluindo-se, na legenda, quando necessário; o item “outras”, a ser especificado em outras cartas; d) não inclusão de ocorrências ocasionais pouco representativas; e) apresentação da variação diageracional, diastrática e diassexual, após a carta apenas diatópica; e) inclusão de gráficos, se necessário, no verso da carta. 2. Definição das normas para revisão dos textos da Introdução.

 

 

 

Salvador – BA – 25-27 de julho de 2012

Foi feito o balanço do andamento dos textos introdutórios, das análises e das cartas linguísticas que deverão figurar nos primeiros volumes do ALiB, tendo-se definido prazos e questões metodológicas para a elaboração das cartas. Questões metodológicas: 1. Nas cartas léxico-semânticas: a) indicação dos itens na legenda pelo índice de ocorrência das variantes, ficando em 1º. lugar a mais frequente; b) apresentação, em cada carta de, no máximo, 5 variantes lexicais, elaborando-se outras cartas, no caso de haver grande número de variantes; c) uniformização dos agrupamentos por base lexical, desprezando-se as variantes fônicas; d) aproveitamento de variantes documentadas em apenas uma ou duas localidades em notas ou em estudos específicos relacionados ao tema (não nas cartas); e) consideração de apenas uma ocorrência por informante; f) uniformização dos dados a partir da base lexical. 2. Nas cartas fonético-fonológicas: utilização de pesos relativos na representação cartográfica dos resultados e indicação dos casos de “índice zero”, na apresentação dos resultados. 3. Símbolos: a) da esquerda para a direita, segundo a ordem de frequência das variantes; b) não utilização de símbolo para a não-ocorrência. 4. Dados diatópicos: representação por cores, seguindo a ordem decrescente de frequência: vermelho / azul / rosa forte (“pink”) / verde / preto. Dados diagenéricos: identificação por quadrado (informantes masculinos) e círculo (informantes femininos). Dados diageracionais e diastráticos: representação pela cruz, ficando os mais jovens na parte superior e os mais velhos na parte inferior; à esquerda; os universitários e à direita os de nível fundamental. 5. Notas apenas com informações necessárias ao entendimento da carta.

 

Salvador – BA – 29 de julho de 2011

A XXXIII Reunião do Comitê Nacional do Projeto ALiB ocorreu em Salvador, Bahia, em 29 de julho de 2011, por ocasião do IX Workshop do Projeto Atlas Linguístico do Brasil, tendo sido tratados os seguintes itens: 1. Inquéritos - Realizados: (a) Santa Maria (ponto 242-Rio Grande do Sul) por Felício Margotti e sua Equipe; (b) dois inquéritos de São João Del Rei (ponto 145-Minas Gerais) por Ana Paula Rocha e sua Equipe. Refeitos: (a) 4 inquéritos de Itaituba (ponto 018-Pará) por Abdelhak Razky e sua Equipe; (b) Refeito inquérito 3 de Bauru (ponto 167 - São Paulo) por Vanderci Aguilera e sua Equipe;

2. Banco de Dados - Foi feita uma apresentação do estágio atual da implantação do Banco de Dados, com breve detalhamento sobre o andamento do trabalho e a criação da estrutura do banco de dados e do Sistema ALiBweb, informando-se que, no momento, procede-se a testes do sistema, implantação das fichas de informantes e dos dados referentes às capitais.

3. Volumes a serem publicados – Foram tomadas deliberações com relação à preparação dos estudos referentes às cartas: a) Número de páginas (20 a 30). b) Uso de cores: permitido, mas com parcimônia. c) Uniformização do tipo de gráficos utilizados. d) Definição de prazo para entrega dos artigos completos. e) Mapas: envio em versão preliminar à CIC que se encarregará da finalização da cartografia.

 

São Paulo, USP, terça-feira, 3 Fevereiro, 2004

XXXIV REUNIÃO DO COMITÊ NACIONAL

 

A XXXIV Reunião do Comitê Nacional do Projeto ALiB ocorreu em São Paulo, na USP, em 08 de janeiro de 2012, por ocasião do II Congresso Internacional de Linguística Histórica, em homenagem a Ataliba Teixeira de Castilho, com a presença dos membros do Comitê Nacional: Suzana Cardoso e Jacyra Mota (UFBA), Aparecida Isquerdo (UFMS), Maria do Socorro Aragão (UFPB/UFC) e Vanderci Aguilera (UEL) e dos integrantes das Equipes Regionais Marcela Paim (UFBA) e Fabiane Altino (UEL).

Principais itens abordados:

1.                  Andamento do volume I, com fixação dos prazos definitivos;

2.                  Definição de princípios para a cartografia dos dados léxico-semânticos e fonético-fonológicos;

3.                  Levantamento de artigos, dissertações, teses, etc. que vêm utilizando o corpus do Projeto ALiB;

4.                 Reestruturação das equipes regionais: (i) Pará (Pará e Amapá) - Abdelhak Razky; (ii) Ceará (Paraíba, Ceará, Rio Grande do Norte, Piauí, Maranhão) - Maria do Socorro Aragão; (iii) Bahia (Bahia, Sergipe, Pernambuco, Alagoas, Rio de Janeiro, Piauí, Rio Grande do Norte, Paraíba, Minas Gerais) - Jacyra Mota; (iv) Paraná (Paraná, São Paulo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Amapá, Roraima, Amazonas) - Vanderci Aguilera; (v) Minas Gerais (Minas Gerais - Ana Paula Rocha; (vi) Mato Grosso do Sul (Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Amazonas, Pará, Roraima, Acre, Rondônia, Tocantins) - Aparecida Isquerdo; (vii) Rio Grande do Sul (Rio Grande do Sul, Santa Catarina) - Cleo Altenhofen e Felício Margotti.

Alcalá de Henares - Espanha - 9 de junho/2011

A XXXII Reunião do Comitê Nacional do Projeto ALiB ocorreu em Alcalá de Henares, Espanha, em 9 de junho de 2011, por ocasião do XVI Congresso Internacional da ALFAL, tendo tratado dos seguintes itens:

1 - Inquéritos: Realizados em: (a) Conceição do Araguaia (PA), São Félix do Araguaia (MT), Pedro Afonso e Natividade (TO), por Aparecida Isquerdo e equipe; (b) Tefé, Benjamin Constant e Humaitá (que substituiu Manicoré) (AM), por Vanderci Aguilera e equipe; (c) Ipu (CE) por Maria do Socorro Aragão e equipe; (d) Macapá (inf. 01), pela equipe de Abdelhak Razky; (e) Porto Alegre (inf. 05), por Cleo Altenhofen.

2 - Ficha de Informante – Aprovada modificação no cabeçalho, no caso de utilização da mesma ficha em outros projetos.

3 - Banco de Dados – Informação sobre a etapa em que se encontra e problemas encontrados quanto aos CDs/DVDs enviados pelas equipes ao Arquivo Nacional.

4 – Publicação do volume I – Retomada a lista de temas e discutidos os itens: referência às áreas indígenas e de bilinguismo; percentual de formas a considerar, em cartas lexicais; possibilidade de apresentação, em cartas ou sob uma outra forma, de vocábulos pouco documentados.

5 - IX WorkALiB –Confirmada a realização em Salvador, em 28 e 29 de julho, com o objetivo de discutir as cartas que constarão do 1º. volume do ALiB.

 

Salvador - BA - 04 de novembro/2010

A XXXI Reunião do Comitê Nacional ocorreu em Salvador, Ba., em 04.11.2010, por ocasião da Jornada dos Dicionários/Journées des Dictionnaires, realização promovida pela UFBA/Instituto de Letras e Université Paris 13. Assuntos tratados: 1. Apresentação do Banco de Dados pela equipe responsável. Os pontos questionados foram: (a) a identificação das localidades pela relação atual do IBGE; (b) a integração da ficha do informante; (c) a transcrição fonética e grafemática dos dados que deverão integrar o Banco de Dados; (d) a introdução dos áudios dos inquéritos.

2. Apresentação de mapas (Brasil, regiões geográficas e estados) que serão utilizados pelas equipes para a elaboração de cartas preliminares.

3. Trabalhos, com corpus do ALiB, em andamento. Em atendimento à solicitação da reunião anterior, Aparecida Isquerdo enviou uma lista no Excel, com a informação dos temas em estudo pela equipe de Mato Grosso do Sul, que foi reproduzida e entregue aos membros do Comitê Nacional, juntamente com as listas das equipes da Bahia e do Paraná. A Bahia, após receber a informação das demais equipes, vai enviar a todos a lista dos temas em estudo, com os respectivos responsáveis, de modo a evitar que duas equipes se ocupem do mesmo tema. Essa lista deverá ser atualizada uma vez por semestre.

4. Volumes I e II do Atlas Linguístico do Brasil. Retomaram-se os prazos, anteriormente fixados: (a) versão revista dos textos introdutórios: 31 de dezembro próximo; (b) revisão da transcrição dos inquéritos das capitais: 31 de dezembro próximo; (c) cartas e artigos que deverão integrar o 1º. volume: 30 de junho de 2011.

5. O que ocorrer. Entrega ao Arquivo Nacional, em CD, de documentos e arquivos de fichas de informantes e transcrições de inquéritos de localidades sob a responsabilidade da equipe de Mato Grosso do Sul (Aparecida Isquerdo). Entrega (para cópia) dos originais em fita e de CDs dos inquéritos de Natal, inf. 2, e João Pessoa, inf. 4, para a verificação dos problemas levantados (Socorro Aragão).

 

São Luís - MA - 19 e 20 de outubro/2010

A XXX Reunião do Comitê Nacional realizou-se em São Luís, Ma., por ocasião do I Congresso Internacional de Dialetologia e Sociolinguística, em homenagem a Maria do Socorro Aragão, em 19 e 20. 10. 2010, tendo-se abordado os seguintes itens: 1. Questões metodológicas. As equipes levantaram questões referentes a: (a) inquéritos que deverão ser refeitos ou completados, como Cajazeiras (2 inquéritos), Itaituba (os 4 inquéritos), Macapá (inf. 1), Porto Velho (inf. 8), Nioaque (inf. 1), Vila Bela (inf. 2), Terra Boa (inf. 2), Porto Alegre (inf. 5), Poços de Caldas (inf. 4); (b) inquéritos cujas cópias apresentaram problemas: Natal (inf. 2) e João Pessoa (inf. 4); (c) qualidade dos registros; (d) dificuldade para a aquisição de MDs e fitas cassetes.

2. Prazo para o envio das transcrições das capitais, já revistas: 31 de dezembro de 2010.

3.Volume I do ALiB. Foi solicitada uma revisão por parte dos autores dos textos introdutórios, até 31 de dezembro.

4. Publicação do ALiB. Os fascículos deverão contemplar várias cartas, cada uma delas priorizando uma variável, com informação em percentual Nos estudos e nos gráficos virão os dados em pesos relativos. As cartas abordarão fatos fonéticos (incluindo a prosódia), morfossintáticos, lexicais, de pragmática e de metalinguística. As notas às cartas, se necessário, virão nos artigos. Quanto à extensão: os estudos deverão ter, aproximadamente, 30 páginas, com o histórico do fato e a análise dos dados, com apresentação de tabelas e gráficos. As referências deverão vir no final do artigo, com indicação segundo a ABNT, com a data, ao final de cada referência. Prazo para o término das cartas e artigos do 1º. volume: 30. 06. 2011. Quanto à cartografia, decidiu-se que: (a) mapas do Brasil devem ser em A-3 e cartas regionais em A-4; (b) haverá transparências de cartas, em A-4, com maior número de informações (acidentes geográficos, etc.) do que as que constam nas cartas linguísticas; (c) as cartas regionais deverão apresentar a lista de pontos correspondentes; (d) algumas cartas poderão ser por Estado; (e) o fundo do mapa deve ser em verde bem claro. Sugestão: mandar a todas as equipes um Kit com mapas do Brasil, das regiões geográficas e dos estados, assim como a mancha d’água do ALiB e o carimbo ad hoc para cartas experimentais.

5. Congresso da ALFAL, Alcalá de Henares, Espanha, jun. 2011. Decidiu-se a apresentação de comunicações sobre a análise da metodologia utilizada pelo Projeto ALiB, com possibilidade de inclusão de outros temas.

6. Declaração de utilização do corpus do Projeto ALiB para projetos de pós-graduação sob a responsabilidade de membros do Comitê Nacional. Essas Declarações deverão ser enviadas a Salvador, para arquivamento.

7. Atualização do Diretório do CNPq. Enviar dados a Salvador para atualização.

8. Site ALiB. Sugeriu-se que, no site do ALiB, figurassem apenas as equipes atuais, mas que se abrisse um espaço para ex-membros das equipes (bolsistas ou pesquisadores).

9. - Solicitação de trabalhos de bolsistas. Prazo: 30. 11. 2010.

 

Salvador - BA- 30 de julho/2010

A XXIX Reunião do Comitê Nacional realizou-se em Salvador, Ba., 30. 07. 2010, por ocasião do VIII WorkALiB: Itens abordados: 1. Convênio inter-universidades. Concluída a fase de assinaturas dos reitores das universidades envolvidas. Deixaram de assinar o convênio: a UNICAMP, pela urgência requerida para o término dessa fase e a impossibilidade de tramitar, com brevidade, naquela instituição, e a Universidade Potiguar, pelo afastamento de Maria das Neves Pereira do seu corpo docente.

2. Relatórios das equipes regionais e entrega de materiais ao Arquivo Nacional. Foram entregues: (a) áudios de inquéritos e fichas de informantes pelo Regional de Mato Grosso do Sul; (b) áudios, fichas e revisões de inquéritos feitos pela equipe do Paraná no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e em Minas Gerais; (c) áudios de inquéritos realizados pelo Regional Rio Grande do Sul.

3. Questões metodológicas: (a) condições do segundo inquérito de Macapá (inf. 01); (b) entrada de Marcelo Krug como inquiridor (Rio Grande do Sul); (c) dificuldades de uso do Access; (d) migração dos dados fonéticos para o DOULOS SIL; (e) prazo para revisão dos inquéritos das capitais.

4. Volume I do ALiB - Capitais. Estrutura prevista (3 fascículos): 1. Introdução; 2. Cartas fonético-fonológicas (Vogais médias pretônicas; Vogais postônicas; /S/ em coda silábica; Róticos em coda silábica; Palatalização do /l/; Lateral em coda silábica e prosódia, sentenças afirmativas); cartas morfossintáticas (Tu x Você, Ter x Haver x Existir); cartas léxico-semânticas (itens; Neblina, Tangerina, Penca de banana, Inflorescência da bananeira, Galinha d´Angola, Mandioca, Libélula, Pernilongo, Cambalhota, Estilingue, Cabra-cega, Prostituta, Bala/Bombom, Toco de cigarro, Sinaleira e Rotatória). 3. Análise de dados. Próximos volumes do ALiB (3 volumes): 1- Introdução; 2 - Apresentação de resultados fonéticos e prosódicos; 3 - Apresentação de resultados morfossintáticos e semântico-lexicais.

5. Publicação de trabalhos de bolsistas (organizada por Vanderci Aguilera). Prazo para entrega: 30. 11. 2010.

 

Salvador - BA- 30 e 31 de julho/2009

A XXVIII R.N. realizou-se por ocasião do VII WorkALiB no dia 30 de julho de 2009, pela manhã, abordando os seguintes itens: 1. Financiamento do VII WorkALiB - contou-se com um financiamento recebido da CAPES/PAEP (R$10.000,00) e o apoio da UFBA (Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Direção do Instituto de Letras, Programa de Pós-Graduação em Letras e Lingüística, Programa de Pesquisa, ensino e Extensão de Português).

2. Convênio interuniversidades - O Convênio entre a UFBA e as demais universidades encontra-se na Universidade Federal do Piauí, devendo ser enviado às outras universidades, conforme lista de sequência já elaborada.

3. Relatórios das equipes regionais - As equipes regionais apresentaram relatórios sobre a sua constituição atual, os financiamentos solicitados e/ou recebidos e o andamento do trabalho. Cleo Altenhofen alegou excesso de encargos, principalmente pelo seu envolvimento com o Atlas linguístico-contatual das minorias alemãs na Bacia do Prata (ALMA), e sugeriu que Felício Wessling Margotti (UFSC) passasse a integrar o Comitê e a responsabilizar-se pela coordenação dos trabalhos em Santa Catarina e Porto Alegre. Essa sugestão foi aceita por todos os presentes. Na ocasião, foram entregues para arquivamento na UFBA os inquéritos realizados pelas equipes do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.

4. Constituição do corpus do Projeto nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo: Vanderci Aguilera, Cláudia Cunha e Silvana Ribeiro manifestaram-se dispostas a auxiliar a equipe de Minas Gerais.

 

João Pessoa - PB- 6 e 7/março/ 2009

RESUMO DAS ATIVIDADES:

Inquéritos realizados - equipe Paraná: Erechim, Vacaria e Chuí (RS); Porto União (SC); Unaí, Uberlândia, Patos de Minas e Campina Verde (MG); equipe Bahia: Caetité, Carinhanha, Caravelas, Ilhéus e Santa Cruz Cabrália, tendo-se iniciado Caravelas (BA); Januária, Janaúba e Pedra Azul (MG); equipe Ceará: Iguatu (CE) e Angicos (RN); equipe Mato Grosso do Sul: Goiás (GO), Alto Araguaia (MT), Poxoréu (MT), tendo-se completado Porto Velho (RO).

Revisão dos inquéritos das capitais - deverá estar pronta até dezembro de 2009.

Questões metodológicas - (a) discussão dos meios para gravação dos dados; (b) inclusão de novas gravuras; (c) uniformização na apresentação dos dados do projeto ALiB através de cartas linguísticas; (d) padronização dos posters com apresentação de dados do ALiB.

Publicação do ALiB - Decidiu-se pela seguinte estrutura: Vol. I – Introdução; Vol. II – Cartas fonéticas (Capitais); Vol. III – Cartas lexicais (Capitais); Vol. IV – Cartas morfossintáticas (Capitais); Vol. V - Cartas fonéticas (interior); Vol. VI - Cartas lexicais (interior); Cartas lexicais (interior); Vol. VII – Cartas morfossintáticas (interior). Cada volume terá dois tomos, o primeiro com as cartas linguísticas e o segundo com a análise das cartas.

Volume I - Deverá conter: 1. Apresentação e agradecimentos - Suzana Cardoso; 2. A história do Atlas Linguístico do Brasil - Suzana Cardoso; 3. Metodologia – (incluindo a identificação dos inquiridores e informantes) Vanderci Aguilera e Jacyra Mota; 4. O ALiB no quadro da Geolingüística Brasileira – Maria do Socorro Aragão; 5. A rede de pontos - Mário Zágari; Aparecida Isquerdo; Ana Regina Teles (as localidades que constituem toda a rede do ALiB (critérios de escolha, identificação das localidades, históricos) e as capitais (identificação e históricos); 6. Informatização e cartografia dos dados – Silvana Ribeiro; Ana Regina Teles; Abdelhak Razky; Cléo Altenhofen.

VII Workshop – previsto para os dias 30 e 31 de julho do corrente ano, em Salvador, após o congresso ROSAE. Pretende-se, durante o VII Workshop, concluir o volume I e discutir as análises que serão objeto do volume II.

Entrega de material para arquivamento no arquivo nacional - Vanderci Aguilera entregou ao Arquivo Nacional (Salvador, UFBA) CDs com os inquéritos realizados em Porto União (SC), Vacaria e Chuí; fichas e fotos de informantes; lista de inquiridores e número de entrevistas realizadas pela equipe Paraná. Aparecida Isquerdo entregou os CDs com os inquéritos realizados em Campo Grande e Porto Velho.

 

Porto Alegre - RS - 30 / outubro/ 2008

RESUMO DAS ATIVIDADES:

Balanço dos inquéritos realizados e transcritos: foram realizados os inquéritos de Itaituba (PA) e três dos de Osório (RS).

Quanto à revisão de transcrição: Felício Margotti passou ao Arquivo Nacional CD com as transcrições já revistas das duas capitais que ficaram sob sua responsabilidade — Vitória (ponto 190) e Florianópolis (230).

Questões metodológicas: com o objetivo de manter-se a uniformidade com relação à constituição do corpus, à catalogação dos dados e às análises que devem subsidiar a elaboração das cartas fonéticas, foram discutidos os procedimentos que vêm sendo seguidos pelas diversas equipes. Sugeriu-se uma atualização do Kit ALiB com as informações necessárias a essa uniformização.

Documento referente ao uso dos dados do ALiB: reiterou-se a necessidade de um termo de compromisso firmado por todos os pós-graduandos que estão utilizando os dados do Projeto ALiB.

Criação de um Banco de Teses em Dialectologia: decidiu-se criar um Banco de Teses, que deverá ser incluído no site ALiB, distinguindo-se as Teses que utilizam o corpus do Projeto ALiB de outras Teses em Dialectologia. Balanço de temas em estudo a partir do corpus do Projeto ALiB: a relação dos temas que vêm sendo estudados deverá ser solicitada às diversas equipes.

 

Montevidéu - Uruguai - 21 / agosto/ 2008

RESUMO DAS ATIVIDADES:

Informes: A professora Suzana Cardoso relatou brevemente a sua visita à Universidade de Paris XIII e o convite do Professor Salah Mejri para que se firme um convênio CAPES/COFECUB, o qual permitirá o intercâmbio de Doutorandos, com co-tutela de orientação de teses. Informou, ainda: (a) que ficou programado para outubro de 2009, quando se comemorará o ano da França no Brasil, uma Journée des Dictionnaires e que para tal evento estão convidados estudiosos de Lexicologia e Lexicografia; (b) que está no aguardo do resultado da solicitação de financiamento para a equipe de informatização. Os seguintes professores membros do Comitê informaram o recebimento de financiamento mediante Edital Universal do CNPq: Jacyra Andrade Mota, Vanderci Aguilera e Aparecida Isquerdo. Atualização dos dados do ALiB:

a) Apresentou-se aos membros do comitê uma versão impressa da atualização do Projeto ALiB (versão escrita, geralmente, utilizada em solicitações de financiamentos), bem como o cronograma de atividades revisto;

b) Chamou-se atenção para a necessidade de atualização do Diretório CNPq e solicitou-se aos coordenadores das regionais que enviem os dados dos pesquisadores que integram as respectivas equipes, com brevidade;

c) Decidiu-se incluir no site ALiB as teses e dissertações que estão utilizando o corpus do Projeto ALiB, assim como informações sobre trabalhos ou artigos dos membros do Comitê.

Questões metodológicas decididas: a) Sugeriu-se que: i) o inquiridor solicite uma descrição do item fornecido como resposta, quando essa parecer estranha; ii) cada equipe ouça um inquérito de outra equipe e, a partir disso, faça uma lista dos problemas encontrados, a fim de se fazer uma avaliação do recorte já obtido; iii) se verifique o número de inquiridores e o número de inquéritos realizados por cada um destes, visto que há novos candidatos a inquiridores. Volume I do ALiB: Suzana Cardoso, aproveitando as discussões sobre problemas enfrentados na realização dos inquéritos, sugeriu que o Vol I do ALiB apresente um capítulo sobre os percalços da pesquisa.

 

Salvador 08 e 09 / abril/ 2008

RESUMO DAS ATIVIDADES: Registra-se, nessa reunião, o falecimento dos professores participantes do Projeto ALiB: Walter Koch (UFRGS), membro do Comitê Nacional, em fevereiro de 2008, e Hilda Vieira (UFSC), em novembro de 2007.

Informes

(a) Inscrição do ALiB entre os projetos patrocinados pela ALFAL, devendo dispor, no próximo Congresso (Montevidéu, 08 / 2008), de 11 horas, na programação geral, para apresentação de trabalhos; (b) solicitações por Vanderci Aguilera, Aparecida Isquerdo, Jacyra Mota e Cléo Altenhofen de financiamento, através do Edital de Ciências Humanas-CNPq para a realização de inquéritos; (c) início do processo para solicitação de financiamento à Petrobrás (cadastramento do Projeto ALiB no Mecenato do MinC? , através da FAPEX-BA).

Decisões

(a) Renovação do convênio inter-universidades, que se expira em novembro 2008.

(b) Integração de Ana Paula Antunes Rocha (UFOP) no Comitê Nacional, como representante da equipe regional de Minas Gerais, em virtude das restrições por motivo de saúde de Mário Zágari, e seu credenciamento como inquiridora.

(c) Assinatura de um Termo de compromisso pelos que estão utilizando, sob orientação de um membro do Comitê Nacional, os dados do Projeto ALiB em teses e dissertações, e posterior envio à Coordenação Central (UFBA) para arquivamento.

(d) Revisão das transcrições fonéticas, segundo as decisões tomadas durante o VI WorkALiB, de acordo com a seguinte distribuição de responsabilidades: Equipe Pará – Belém, Manaus, Macapá; Equipe Ceará – Fortaleza, São Luís, Natal; Equipe Bahia – Salvador, Aracaju, Maceió, Recife, Teresina, João Pessoa, Rio de Janeiro e Porto Velho; Equipe Mato Grosso do Sul – Cuiabá, Rio Branco, Boa Vista; Equipe Paraná - Curitiba, Belo Horizonte, São Paulo; Equipe Rio Grande do Sul – Porto Alegre, Campo Grande, Goiânia, Vitória, Florianópolis. Prazo: 30 de agosto.

(e) Elaboração de um CD (por Cláudia Cunha), com amostras de sons característicos de cada região ou de sons que ofereçam dificuldade à transcrição. Para a preparação desse CD, as equipes selecionarão os inquéritos e os vocábulos em que se encontram os sons considerados modelos. Prazo: 30 de maio.

(f) Substituição de localidades: no Maranhão, em lugar de Barra do Corda passa a figurar Tuntun; no Rio Grande do Sul, ratificam-se as mudanças decididas na XVIII Reunião Nacional (retirada de Palmeiras das Missões e de Antônio Prado e inclusão de Santa Cruz do Sul e Flores da Cunha); no Pará, ratifica-se a inclusão de Itaituba em lugar de Novo Progresso e discute-se a substituição de São Felix do Xingu por outra localidade a ser selecionada.

(g) Programação do volume I do ALiB, em fascículos, contendo os dados das Capitais de Estado, de acordo com o plano decidido na XVI reunião do Comitê Nacional. Prazo para envio dos textos que integrarão o fascículo 1: 30 de abril.

(h) Corpus para elaboração de análises fonéticas: inclusão de outros questionários além do QFF, devendo-se decidir, posteriormente, o número de ocorrências.

(i) Inclusão no site ALiB da relação de teses e dissertações que estão trabalhando com o corpus do ALiB.

(j) Publicação em CD, por Vanderci Aguilera, de trabalhos de bolsistas IC ligados ao ALiB.

 

 

Porto Alegre - RS - 18 e 19/ julho/ 2007

RESUMO DAS ATIVIDADES: Questões metodológicas decididas: (a) Não inclusão de informante filho de estrangeiro. (b) Inclusão de informante bilíngüe, desde que seja brasileiro, natural da área pesquisada e filho de pais naturais da mesma área; (c) Substituição de Caldas Novas por Catalão (ponto de Nascentes, localizado próximo à divisa de Minas Gerais), em virtude de ser aquela uma cidade turística, não se encontrando informantes dentro do perfil desejado; (d) Análise das dificuldades apresentadas pelo Programa ACCESS, especialmente quanto à solicitação de relatórios específicos (gênero, faixa etária, etc.). Utilização dos dados do ALiB: deve restringir-se aos membros do Comitê e aos seus orientandos (pós-graduandos ou bolsistas de Iniciação Científica), tendo-se decidido elaborar um Documento com as normas para a utilização do material pelo pós-graduando com relação à divulgação dos resultados. VI Workshop: realização prevista para Salvador, com duração de 3 dias, contemplando, em sua programação, prioritariamente, a elaboração do fascículo 1 e o andamento dos estudos para o fascículo 2. Publicação de ALiB – Documentos 3: Deverá conter já alguns resultados a partir dos dados do ALiB, tendo-se cogitado, inicialmente, dos seguintes temas: 1. Síntese das questões metalingüísticas, analisados por Vanderci Aguilera, em seu pós-doutoramento. 2. Artigo sobre a oposição rural x urbano, por Aparecida Negri; 3. Artigo sobre a fala dos idosos, por Marcela Paim (orientanda de Suzana Cardoso); 4. Posters de bolsistas de Iniciação Científica sobre dados do ALiB. Prazo para apresentação dos textos: fevereiro de 2008. Volume I do ALiB: Reafirmada a programação do volume I do ALiB, em fascículos, contendo os dados das Capitais de Estado, de acordo com o já plano decidido em reuniões anteriores.

 

Belo Horizonte - MG - 1 e 2 de março de 2007

RESUMO DAS ATIVIDADES: Balanço dos inquéritos: O corpus do ALiB já conta com 124 localidades registradas (49,6% do total da rede) e, em sete Estados (Amapá, Roraima, Acre, Alagoas, Sergipe, Paraná, Mato Grosso do Sul), todos os inquéritos foram realizados. O corpus das capitais já se encontra completo, com o término dos inquéritos em Porto Alegre. Foram registrados 53,54% do total de informantes previstos. A transcrição dos inquéritos das capitais encontra-se em andamento. Questões metodológicas: Inquéritos alguns apresentaram problemas e devem ser substituídos. Aparelhos e mídias para a gravação dos inquéritos. Decisões: (a) continuar a utilização dos MDs, em campo, se possível, com aparelhos e microfones de melhor qualidade; (b) fazer cópias em CD ou em DVD, enviando-as a Salvador, em lugar dos MDs originais, identificando o formato do arquivo (WAVE ou MP3); (c) armazenar, no arquivo central, em Salvador, todo o material em DVD; (d) solicitar ao CPD da UFBA um espaço para arquivamento do corpus. Transcrição fonética. Decisões: submeter a um pesquisador as transcrições do QFF de inquéritos do informante 01 de diferentes áreas, para análise, confronto e emissão de Parecer, cabendo a Cláudia Cunha essa incumbência. As localidades escolhidas foram: Boa Vista, Belém, São Luís, João Pessoa, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Cuiabá, Goiânia, Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre. Informantes: reiteraram-se as deliberações já tomadas na XX Reunião do Comitê Nacional. Cartografia e informatização: foram discutidas as dificuldades para a criação de um banco de dados e para a elaboração das cartas, tendo sido lembrados alguns programas já existentes. Programação do volume I do ALiB - reafirmou-se a programação do volume I, em fascículos, contendo os dados das capitais de Estado, de acordo com o plano anteriormente fixado. Foram discutidos e distribuídos os temas que deverão constar do fascículo 1 e os estudos que farão parte do fascículo 2, tendo se estabelecido um cronograma. VI Workshop: deverá realizar-se em Salvador, em outubro de 2007, durante 3 dias. A sua programação contemplará, prioritariamente, a elaboração do fascículo 1 e o andamento dos estudos para o fascículo 2.

 

Uberlândia - MG - 23 e 24 de novembro de 2006

RESUMO DAS ATIVIDADES: Balanço dos inquéritos realizados: 123 pontos já concluidos (49,2% do total da rede) e realização de todos os inquéritos em sete Estados; registro de 192 informantes na capitais e 396 nas demais cidades, em um total de 588 (53,45% dos 1.100 previstos). Quanto às capitais: faltam apenas inquéritos em Porto Alegre. Dificuldades e problemas discutidos: (a) alguns inquéritos apresentaram problemas e devem ser completados ou substituídos; (b) há algumas falhas no preenchimento das fichas de informante, especialmente quanto à idade do informante e à naturalidade dos seus pais (cidade, estado); (c) o Access deve ser revisto. Transcrição fonética e grafemática - Em andamento na maioria das equipes, com prioridade para as transcrições dos dados das capitais. Sugeriu-se que um pesquisador se responsabilizasse pela unificação da transcrição fonética que vem sendo e revista por membros das diversas equipes. A revisão deve concentrar-se, prioritariamente, nos fatos que serão objeto de análise. Informatização de dados - Discutiu-se a apresentação cartográfica dos dados. Rede de pontos: Em Mato Grosso, a área mais ou menos correspondente ao "território incaracterístico" (cf. Nascentes) permanece sem nenhuma localidade que a represente, em virtude do relevo (serras) e de se tratar de áreas de reservas indígenas, justificativas que devem constar do capítulo sobre a rede de pontos do ALiB. Sobre as localidades de Goiás, discutiu-se a pertinência de manter-se Caldas Novas, por se tratar de cidade turística, ou substituí-la por outra, decidindo-se pela sua manutenção. Substituição de localidades - Foram decididas as seguintes substituições: a) em Tocantins: Cangussu e Araguaína (cidades novas), respectivamente, por Natividade e Pedro Afonso; b) em Rondônia: Príncipe da Beira (não sede de município, sem população representativa) por Guajará Mirim; c) em Mato Grosso: Paranatinga (cidade nova) por Poxoréu. Publicação do volume I - Manteve-se o esquema já decidido na XVI reunião do Comitê Nacional, tendo-se feito o levantamento dos temas que deverão constar do fascículo 1 e dos estudos que constituirão o fascículo 2 (que foram atribuídos aos membros do Comitê Nacional). Estabeleceu-se um cronograma para o andamento do fascículo 1, devendo ocorrer a apresentação do texto final no VI Workshop, previsto para Salvador, na 2ª. quinzena de agosto de 2007. Para viabilizar a análise, o corpus será multiplicado em Salvador, com cópias dos inquéritos das capitais. O que ocorrer - Discutiu-se: a aquisição de aparelhos para o registro dos dados, que apresentem melhor rendimento que os MDs e decidiu-se a elaboração de Documentos III.

 

João Pessoa - PB - 3 e 4 de maio de 2006

RESUMO DAS ATIVIDADES: Participaram da reunião, além dos membros do Comitê Nacional, Silvana Ribeiro e Ana Regina Teles, membros da Comissão de Informatização e Cartografia (CIC), que fizeram circunstanciada exposição sobre o trabalho que vêm desenvolvendo. Vanderci Aguilera e Aparecida Isquerdo entregaram a documentação referente às 11 capitais sob sua responsabilidade, num total de 88 entrevistas. Do regional coordenado por Abdelhak Razky, que se encontra na França, tem-se a informação de que já foram realizados inquéritos em 50% da rede de pontos do Pará. O balanço geral dos inquéritos realizados aponta o seguinte resultado: (i) total de pontos documentados, incluindo-se as capitais: 102 pontos; (ii) capitais com documentação não integralizada: Porto Alegre (com 4 inquéritos feitos), Belo Horizonte (com 4 inquéritos feitos) e Vitória ainda não documentada. Sobre informantes, discutiram-se as dificuldades relativas sobretudo à escolaridade. Diante disso e, considerando-se em certas regiões dificuldades, também, com referência à idade, deliberou-se: (a) Para a faixa etária I, ampliar a escolaridade até o segundo grau incompleto, mantendo-se para a faixa II o já fixado, ou seja, até a oitava série incompleta; (b) Em casos extremo, "não soltar, mas facilitar o controle de idade", nos seguintes termos: (i) para a faixa I, esgotadas todas as possibilidades, estender até 32 anos, e (ii) para a faixa II, esgotadas todas as possilidades, retroceder até 48 anos ou avançar até 67 anos. (c) Observar-se, com rigor, a não documentação de pessoas da mesma família. Discutiu-se a programação do Volume I do ALiB, deliberando-se que se constituirá de 4 fascículos: Fascículo 1 - Introdução; Fascículo 2 - Aspectos semântico-lexicias (Cartas e Comentários); Fascículo 3 - Aspectos fonético-fonológicos (Cartas e Comentários); e Fascículo 4 - Aspectos morfossintáticos (Cartas e Comentários).

 

Salvador - BA - 30 e 31 de agosto de 2005

RESUMO DAS ATIVIDADES: Balanço dos inquéritos realizados e transcritos - foram realizados mais 47 inquéritos, alcançando-se o total de 370. Com relação às capitais, faltam todos inquéritos em Rio Branco, Porto Velho e Vitória e alguns inquéritos em Maceió (1), Belo Horizonte (6), São Paulo (1) e Porto Alegre (7). Fixou-se o final de 2005 para a conclusão desses registros. Já foram transcritos, em 1º. rascunho, 58 inquéritos das capitais. Transcrição grafemática – Decidiu-se simplificar a transcrição grafemática, de modo a viabilizar, em menor tempo, a publicação do ALiB. A transcrição grafemática não será integral, exceto com relação às perguntas metalingüísticas, aos temas para discursos semidirigidos e aos relatos que se configurem como discursos livres, ocorridos espontaneamente, no decorrer do inquérito. Transcrição fonética - A transcrição fonética das respostas ao QFF e ao QSL será ampla, entre colchetes, priorizando os fatos considerados relevantes para a identificação das áreas dialetais brasileiras. Análise do corpus do ALiB – Os membros do Comitê Nacional vão iniciar a análise do corpus do ALiB, de modo a publicar, juntamente com as cartas lingüísticas, comentários de fatos identificadores das áreas dialetais brasileiras. Documentos II - O segundo volume de Documentos do ALiB deverá ser publicado em 2005, com verba já concedida pela FAPESB. Conterá textos apresentados nas últimas reuniões a que compareceram membros do Comitê Nacional. Publicação do volume I do ALiB - o volume I do ALiB, previsto para 2007, deverá conter dados das capitais de Estado.

 

Brasília - DF - 18 de fevereiro/2005

RESUMO DAS ATIVIDADES: Constituição do Comitê Nacional - Cleo Vilson Altenhofen (UFRS) foi formalmente convidado a integrar o Comitê Nacional, como representante do Regional Sul, tendo em vista encontrar-se Walter Koch, sem condições de desenvolver o trabalho, por motivo de saúde. Balanço dos inquéritos realizados e transcritos - foram realizados mais 20 inquéritos, alcançando-se o total de 323 (29,36 % do total). Quanto à transcrição fonética e grafemática dos inquéritos das capitais, já foram transcritos, em 1º. rascunho, 17 inquéritos. V Workalib - Realizar-se-á em Salvador, nos dias 29, 30 e 31 de agosto de 2005. Esse V Workalib será destinado à discussão da transcrição fonética dos dados do ALiB. Documentos II - Decidiu-se publicar um segundo volume de Documentos, incluindo os textos apresentados nas mesas-redondas que integraram a programação do ALiB no IV Congresso Internacional da ABRALIN Rede de pontos - Cléo Altenhofen lembrou que há uma lacuna na rede prevista para o Rio Grande do Sul, tendo o comitê opinado favoravelmente à escolha de uma localidade na área em questão, em substituição a um dos pontos já selecionados.

 

São Luís - MA - 17 e 18 de novembro/2004

RESUMO DAS ATIVIDADES: Balanço dos inquéritos: foram realizados 303 inquéritos (27,54% do total previsto), assim distribuídos: nas capitais, faltam todos os inquéritos apenas em Manaus, Rio Branco, Porto Velho, Boa Vista, Vitória e Porto Alegre; e alguns inquéritos em Belém (7), Maceió (1), Aracaju (2), Belo Horizonte (2), Goiânia (1) e São Paulo (1). Em 38 outras localidades, foram realizados todos os inquéritos e, em 11, os inquéritos foram iniciados. Reafirmou-se o prazo de junho de 2005 para o término dos inquéritos e das respectivas transcrições, em todas as capitais, de modo a que, em 2006, se venha a publicar o 1º. volume do ALiB. Questão metodológica - após o relato de Vanderci Aguilera sobre a dificuldade de se encontrar, em algumas localidades do oeste paulista (Presidente Epitácio, Presidente Prudente, Adamantina, Teodoro Sampaio), pessoas da segunda faixa etária cujos pais sejam naturais da mesma localidade ou da mesma área lingüística, tendo em vista o fato de essas cidades serem muito novas, povoadas por um grande contingente de migrantes de outras áreas brasileiras, decidiu-se que, em casos desse tipo, esgotados todos os recursos na busca de informante dentro do perfil pré-estabelecido, podem ser incluídos os filhos de pais de outra área lingüística. As respostas desses informantes, porém, devem ser assinaladas nas cartas lingüísticas, distinguindo-as das demais. Programação do volume I do ALiB - reafirmou-se a programação do volume I do ALiB, em fascículos, contendo os dados das capitais de Estado, de acordo com o seguinte plano: fascículo 1 - Introdução; fascículo 2 - Cartas lingüísticas fonéticas (inclusive prosódicas); fascículo 3 - Cartas lingüísticas morfossintáticas; fascículo 4 - Cartas lingüísticas léxico-semânticas; fascículo 5 - Outras cartas lingüísticas.

 

João Pessoa - PB - 08 de setembro/2004

RESUMO DAS ATIVIDADES: Apresentação, em cópias em disquete, do Programa Access para informatização dos dados dos informantes. Discussões: (a) grau de pormenorização da transcrição fonética e dos símbolos a utilizar: (b) estrutura do primeiro volume do ALiB, que deverá apresentar os dados das capitais de Estado; (c) necessidade de um Projeto de Informatização para os dados do ALiB, tendo-se decidido solicitar verba para a sua implementação. Outras decisões: (a) elaboração de um CD-modelo, com exemplos extraídos do QFF, que facilite o treinamento dos transcritores e uniformize a transcrição fonética dos dados; (b) programação de um Workshop direcionado, especificamente, à transcrição fonética; (c) publicação do primeiro volume do ALiB em fascículos, contendo, além das cartas lingüísticas, comentários sobre fatos julgados de interesse para o conhecimento do português do Brasil, e CD com os dados fonéticos e com amostras de inquéritos; (d) solicitação ao CNPq de financiamento, através do Edital Universal e do Edital para Ciências Humanas para realização dos inquéritos em cada região.

 

Maceió - AL - 2 de julho/2004

RESUMO DAS ATIVIDADES: Retomada da discussão dos procedimentos a adotar quanto à transcrição do QFF. Decisões: (a) transcrição grafemática integral do QFF, incluindo-se a transcrição fonética ampla dos itens em causa, de acordo com o previsto para o QSL, procedimento que possibilitará um banco de dados mais rico; (b) todos os questionários devem ser grafematicamente transcritos, exceto as questões de prosódia e a leitura do texto. (b) a transcrição fonética do QFF deverá ser submetida, posteriormente, a uma comissão constituída especificamente para tal fim; (c) a transcrição grafemática de todo o inquérito deverá passar por duas revisões, a primeira por um outro bolsista e a final por um professor ou pesquisador com mais experiência nesse tipo de trabalho.

 

Salvador - BA - 22 a 24 de abril/2004

RESUMO DAS ATIVIDADES: Balanço dos inquéritos realizados em 56 localidades, destacando-se as capitais. Identificação dos 23 inquiridores responsáveis pela realização desses inquéritos e previsão de inquiridores para áreas em que a documentação do corpus ainda não foi iniciada. Decisões metodológicas: (a) o grau de escolaridade do informante passa de "até a 4ª. série" para "curso fundamental incompleto"; (b) a "ficha de localidade" deixa de ser preenchida por informante, passando a sê-lo por localidade, com consulta a dados oficiais; (c) revisão de questões do questionário; (d) fixação de critérios para a transcrição de dados; (e) substituição, na rede de pontos, da localidade de Manduri (São Paulo) por Bernardino de Campos, que continua como ponto 170. Abdelhak Razky integrou-se ao Comitê Nacional como autor do Atlas Lingüístico sonoro do Pará (ALISPA), editado em CD-ROM, em 2004. Em virtude disso, procedeu-se a uma nova divisão das áreas sob a coordenação dos membros do Comitê Nacional, sendo atribuídos a Razky os estados de Amazonas, Pará, Rondônia e Tocantins.

 

Recife - PE - 16 e 17 de julho/2003

RESUMO DAS ATIVIDADES: Balanço do estágio atual do projeto, com a relação dos 74 inquéritos já realizados, estabelecimento dos princípios para a transcrição (fonética e grafemática) dos dados; discussão e fixação de diretrizes para os próximos dois anos. Decisões: Realizar, em 2003, inquéritos nas capitais; programar o IV workshop do ALiB (Salvador, em abril de 2004); programar o volume I do ALiB para 2005, com os dados das capitais de estado.

 

Rio de Janeiro - RJ - 13 e 14 de março/2003

RESUMO DAS ATIVIDADES: Balanço do estágio atual do projeto, com a relação dos 50 inquéritos já realizados, e discussão do prosseguimento da pesquisa de campo, de questões metodológicas (catalogação e arquivamento de materiais, transcrição de dados e análise dos materiais), das publicações previstas (Projeto ALiB. Estudos diversos e Projeto ALiB. Documentos 1) e do financiamento do Projeto. Decisões: Realizar, em 2003, os inquéritos nas capitais de estado; aproveitar as possibilidades de acesso e financiamento dos membros do Comitê ou de inquiridores selecionados (presença em bancas examinadoras, cursos, congressos, etc.) para a realização de inquéritos em todo o País, independentemente de ser aquele pesquisador o responsável pela área; cadastrar o ALiB no Diretório do CNPq, desvinculando-o do grupo Diversitas (UFBA); implementar o convênio entre a UFBA e as demais universidades que participam do Projeto ALiB, tendo em vista que o anterior expirou, em 1o. de março.

 

Londrina - PR - 15 a 15 de novembro/2002

RESUMO DAS ATIVIDADES: Discussão de dificuldades metodológicas, referentes ao perfil dos informantes (escolaridade, idade e área lingüística dos pais do informante); de aspectos relativos à aplicação dos questionários, à seleção de inquiridores, ao arquivamento e catalogação dos materiais e à transcrição de dados. Decisões: Os candidatos a inquiridor devem realizar um inquérito experimental e submetê-lo ao parecer de um membro do Comitê. Nesta reunião, a professora Aparecida Negri Isquerdo integrou-se ao Comitê Nacional, tendo-se feito uma nova divisão das áreas de coordenação para realização dos inquéritos e atribuído à referida professora os estados do Acre, Roraima, Amazonas, Mato Grosso do Sul. Fez-se, também, escolha de coordenadores regionais para auxiliar a realização de inquéritos em alguns estados e programou-se a publicação de um volume com os textos apresentados no III workshop de treinamento de inquiridores do ALiB (Londrina, novembro de 2002).

 

Fortaleza - CE - 03 de setembro/2002

RESUMO DAS ATIVIDADES: Discussão sobre a participação de dois inquiridores, definindo-se a função do inquiridor auxiliar, e sobre a confecção de capas para identificação dos MDs, CDs e fitas cassetes. Decisões: Em virtude de deficiências na utilização dos mini-discs, utilizar, concomitante, gravadores tipo cassete. Quanto ao armazenamento: Duplicar o inquérito em CD, na universidade do Diretor responsável pela equipe, ficando no arquivo geral, em Salvador, os originais, em MD, e cópias, em CD. Nesta reunião, a professora Vanderci Aguilera entregou à professora Suzana Cardoso os originais de 28 inquéritos realizados pela equipe sob sua coordenação.

 

Fortaleza - CE - 14 e 15 de março/2001

RESUMO DAS ATIVIDADES: Discussão sobre os questionários, a formação de inquiridores e a rede de pontos. Decisões: Incorporar as sugestões apresentadas no II workshop, chegando à versão final dos questionários (publicados também pela UEL); imprimir, em separado, os anexos e as gravuras; realizar mini-cursos regionais, com indicação de bibliografia básica, para a formação de inquiridores; manter um número reduzido de inquiridores. Foi apresentada a versão final da rede de pontos e programada a realização dos primeiros inquéritos definitivos.

 

Salvador - BA - 04 a 06 de setembro/2000

RESUMO DAS ATIVIDADES: Decidiu-se que, em cidade com mais de 500.000 habitantes, os informantes devem ser representantes de bairros de classe média, para evitar grandes diferenças entre classes sociais em uma mesma localidade; fixou-se a numeração dos informantes por localidade a ser usada na catalogação dos inquéritos (identificando-se os homens com números ímpares e as mulheres, com pares); revisou-se a ficha de informante; decidiu-se, através de um Termo Aditivo, incorporar outras universidades ao convênio firmado entre a UFBA e as universidades a que pertencem os membros do Comitê Nacional.

 

Londrina - PR-  04 a 07 de julho de 2000

RESUMO DAS ATIVIDADES:

A VII Reunião do Comitê Nacional realizou-se na Universidade Estadual de Londrina, Paraná, por ocasião do “II Workshop sobre técnicas e métodos de trabalho de campo para preparação de inquiridores para o Atlas Lingüístico do Brasil”, nos dias 04, 05, 06 e 07 de julho de 2000, com a participação de todos os membros.

Discutiram-se questões metodológicas relativas a: (a) número pontos da rede; (b) reformulação dos questionários, a partir da versão impressa pela Editora da UEL, entregue, na ocasião a todos os participantes; (c) perfil dos informantes; (d) número de inquiridores e decisão de trabalharem em duplas; (e) transcrição fonética e grafemática; (f) utilização de gravador mini-disc.

Decidiu-se: (a) voltar a solicitar ao CNPq um financiamento nacional; (b) iniciar-se uma série de publicações relativas ao Projeto ALiB, que poderia ser utilizada para a formação de pesquisadores, ao mesmo tempo em que daria mais visibilidade ao Projeto; (c) inclusão de outras universidades no convênio firmado entre as cinco universidades a que pertenciam os membros do Comitê.

 

Juiz de Fora - MG - 8 de dezembro/1999

RESUMO DAS ATIVIDADES: Discussão de propostas de modificação dos questionários e da rede de pontos, levando em conta as observações apresentadas no 1o. workshop para preparação de inquiridores (Salvador, setembro 1999); estabelecimento de critérios para transcrição grafemática, a partir da análise das transcrições de um mesmo trecho, realizadas por diferentes equipes. Decisões: Reformular os questionários; incluir, entre os procedimentos a serem adotados pelos pesquisadores na época da realização dos inquéritos, a pesquisa e identificação do brasão, do hino e do histórico das localidades inquiridas; realizar o inquérito em mais de um turno de trabalho, de modo a não cansar o informante, se necessário; programar o II workshop, a realizar-se em Londrina, em 2000.

 

Salvador - BA - 6 a 10 de setembro/1999

RESUMO DAS ATIVIDADES: Discussão do tipo de transcrição dos questionários e da preparação das equipes de transcrição; das vantagens e desvantagens de se registrar simultaneamente mais de um informante; de questões dos questionários lingüísticos que ofereceram dificuldade, em inquéritos experimentais; do tipo de gravador a ser utilizado. Decisões: Realizar o inquérito com apenas um informante; trabalhar sempre em duplas, de modo a que um inquiridor possa auxiliar o outro, durante o inquérito; transcrever grafematicamente todo o inquérito, exceto o QFF, que será transcrito foneticamente (em transcrição fonética ampla, pelos membros das equipes, revisto por um grupo de especialistas), e os itens em causa do QSL (também em transcrição fonética ampla); rever e reformular os questionários; preparar um conjunto de gravuras e de realia a ser apresentado ao informante; incluir um texto para leitura, ao final dos questionários; preparar um glossário com formas anteriormente registradas de modo a auxiliar os inquiridores no conhecimento do questionário; fixar em 20 o número total de inquiridores para todo o Brasil; estabelecer um convênio entre a UFBA e as quatro outras universidades a que pertencem os membros do Comitê Nacional (UEC, UFRGS, UFJF e UEL).

Florianópolis - SC - 27 de fevereiro/1999

RESUMO DAS ATIVIDADES: Fixação do número total de inquiridores (decidindo-se que cada equipe deve realizar a maior quantidade possível de inquéritos) e do número de dois inquiridores por localidade, com a presença obrigatória do Diretor responsável nos primeiros inquéritos da equipe; programação do 1o. workshop para preparação de inquiridores, a realizar-se em Salvador, em setembro de 1999.

Natal - RN - 13 e 14 de julho/1998

RESUMO DAS ATIVIDADES: Conclusão da 1a. versão dos questionários lingüísticos (publicada pela UEL, em 1998); discussão de possíveis fontes de financiamento e decisão de solicitar-se ao CNPq um financiamento global.

Belo Horizonte - MG - 13 e 14 de julho/1997

RESUMO DAS ATIVIDADES: Conclusão do projeto, com fixação do cronograma nacional e estabelecimento de diretrizes para uma política de captação de recursos para a sua imediata execução; estabelecimento da possível rede de pontos; preparação das versões preliminares dos questionários lingüísticos (semântico-lexical, fonético-fonológico, morfossintático e prosódico) a serem testados em diferentes pontos do país.

Maceió - AL - 11 e 12 de março/1997

RESUMO DAS ATIVIDADES: Apreciação de versão preliminar do projeto e de proposta de rede nacional de pontos; deliberação sobre o número de informantes por localidade e o perfil destes; levantamento preliminar dos tópicos referentes ao questionário linguístico.